images/destaques/p-victor-pereira.png

P. Victor Rodrigo

Pároco de Riba de Ave, Pedôme e Oliveira de S. Mateus; Prof. do Colégio D. Diogo de Sousa

1. É-se seminarista uma vez na vida, aproveita a ocasião. 2. Ser realista. 3. Tal seminarista, tal padre. O sacerdócio não se improvisa, constrói-se no dia-a-dia. "Sacerdotaliza" a Teologia. 4. Ultrapassa o intelectualismo e reza a Teologia. Boa formação intelectual, personalismo sacerdotal. 5. Faz do Seminário uma família, uma oficina comunitária. A importância das amizades formadas no Seminário. 6. Não canonizes os superiores, nem os risques de teu mapa. 7. Sê compreensivo com os superiores. Ajuda-os a ser como devem ser. Quem não aceita aprender não sabe ensinar. 8. Se achares que deves sair, sai honradamente. Uma saída deve ser tornada apostólica. 9. Cultiva os formadores horizontais. O primeiro formador de um seminarista é outro seminarista. Ver em que posso ajudar os outros. 10. Sê pessoa de uma só palavra e não uma cana agitada pelo vento. 11. Sê frontal e não falso para com os outros. 12. Não ironizes, pois a ironia é a arma dos frustrados. 13. Não tenhas inveja, pois a inveja leva-nos a rebaixar os outros. 14. O seminarista maior como jovem deve ser apóstolo de outros jovens.

images/destaques/p-armindo-paulo.png

P. Armindo Paulo

Pároco de Bairro, Carreira e Landim

À maneira da viúva pobre do Evangelho (cf. Lc 21, 1-4), que doa todo o pouco que tem, o padre faz a entrega da sua vida, por pouco que tenha para dar mas que deve ser uma entrega plena de si mesmo a Deus. Para isso, é muito importante a oração na vida do padre para ser capaz de responder aos desafios a que está submetido pelas exigências do dia-a-dia. Sinto muita alegria em ser padre.

images/destaques/c-roberto-rosmaninho.png

Cón. Roberto Rosmaninho

Membro do Cabido; Pároco de S. José de S. Lázaro; Ecónomo da Arquidiocese

Seguir a Cristo. Entrei para o quinto ano no seminário menor (tinha pensado em ser monge no Mosteiro de Singeverga pois o seu primo estava lá). Gostava de estar no seminário por ter jogado bastante futebol, mas também tinha que estudar. O seminário, para mim é um caminho de honestidade, verdade e lealdade. No final do quarto ano teologia, tive a certeza que queria ser padre. A vida de seminário é uma vida de sentir-se grato. É importante fazer um caminho sério para nos sentirmos bem. Alicerçados em Cristo venceremos tudo.

images/destaques/p-domingos-oliveira.png

P. Domingos Oliveira

Pároco de Santo Adrião

Eucaristia e sacerdócio. Sem Eucaristia não há igreja, sem sacerdotes não há Eucaristia. Viver da Eucaristia, o que é isso? Três verbos: recordar, dar a vida, festejar. A Missa é memória, recordar, trazer no coração. Dar a vida, sacrificar, tornar sagrado, vida deve ser dar se aos outros. Festejar, comungar Jesus. Antes de nós comungarmos, é Deus que nos comunga a nós. Deus comunica-Se a nós. É o Senhor que nos serve. Amor à Eucaristia e a Nossa Senhora, a cruz e o terço: Maria acompanha-nos sempre.

images/destaques/p-sergio-torres.png

P. Sérgio Torres

Pároco de S. Victor

Penso que, cada vez mais, a verdadeira batalha não é pastoral mas sim espiritual. Pensemos no Grand Canyon: demorou anos a ser escavado. Não é o que é realizado em silêncio que provoca agitação e dá nas vistas. A verdadeira sabedoria demora tempo a ser contruída.

images/destaques/p-avelino-amorim.png

Cón. Avelino Amorim

Membro do Cabido; Párodo de Gualtar; Assistente da Pastoral Juvenil

Uma das especificidades da nossa fé é precisamente o amor aos irmãos. Como na família dos Macabeus, saibamos mantermo-nos fiéis à vontade de Deus e, como Maria, para vós enquanto seminaristas, antecipai desde já a vossa consagração ao Senhor.

images/destaques/p-rui-sousa.png

P. Rui Sousa

Pároco de S. Vicente

A minha vocação brotou no seio da família, através da oração do terço, já que fui educado num ambiente católico. Posteriormente, pelo incentivo de uma colega, entrei para um grupo jovens que fez com que a minha vocação despertasse ainda mais. Por fim, entrei no seminário e após um longo percurso de diálogo entre dúvidas e certezas decidi entregar a minha vida ao povo de Deus.

Adoração Eucarística

Em virtude da necessária conformação a Cristo, «os candidatos à ordenação devem, antes de mais, ser formados a uma fé muito viva na Eucaristia», em vista daquilo que viverão após a ordenação presbiteral. A participação quotidiana na celebração Eucarística, que encontra a sua natural continuidade na adoração eucarística, permeia a vida do seminarista, de modo a que, ao longo dela, possa amadurecer uma constante união com o Senhor. (RF, 104)

Deixe aqui o seu pedido de oração:

Intenções (área reservada):
 

Proposta semanal de Lectio Divina: