V Domingo da Quaresma (A)

IR PARA FORA, CÁ DENTRO5 QUARESMA

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparação
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. Leitura
Leio pausadamente o Evangelho Jo 11,1-45. Relaciono-o com a Paixão de Cristo.
- Através do ritmo, detalhes, emoções expressas e diálogos, alcanço a mensagem. O que me diz, o que me faz sentir?
- Sublinho o importante; fixo o essencial. Esta Palavra é-me dirigida.

Continuar a ler

IV Domingo da Quaresma (A)

CRER PARA VER4 QUARESMA

Lectio-Divina - Um Roteiro

0. Preparação
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. Leitura
Leio pausadamente o Evangelho Jo 9,1-41.
- Através dos pormenores, gestos, ditos, evolução do diálogo entre as personagens, alcanço a mensagem. O que me diz, o que me faz sentir?
- Sublinho o importante; fixo o essencial. Esta Palavra é-me dirigida.

 

Continuar a ler

III Domingo da Quaresma (A)

QUANDO SE JUNTA A SEDE À VONTADE DE BEBER3 QUARESMA

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparação
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. Leitura
Leio pausadamente o Evangelho Jo 4,5-42.
- Através dos pormenores, gestos, ditos e evolução do diálogo entre as personagens, alcanço a mensagem. O que me diz, o que me faz sentir?
- Sublinho o importante; fixo o essencial. Esta Palavra é-me dirigida.

Continuar a ler

II Domingo da Quaresma (A)

TRANSFORMADOS PELO TRANSFIGURADO2 QUARESMA

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparação
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. Leitura
Leio pausadamente o Evangelho Mt 17,1-9.
- Através dos diálogos, gestos, atitudes descritos, alcanço a mensagem. O que me diz, o que me faz sentir? Ilumino esta passagem lendo os versículos que a antecedem (16,21-28) pois ajudam a entender o episódio.
- Sublinho o importante; fixo o essencial. Esta Palavra é-me dirigida.

Continuar a ler

Uma saída da etapa da Configuração

configuracao fev20201No passado dia 31 de janeiro, da parte da tarde, os seminaristas da etapa da configuração foram visitar o Mosteiro de Santa Escolástica e o Mosteiro Beneditino de Singeverga, situado em Roriz, no limite norte da diocese do Porto, concelho de Santo Tirso.
Em 1935, as monjas fundadoras - uma francesa e cinco portuguesas, chegando de Betânia em resposta a um apelo dos monges da Abadia de S. Bento de Singeverga, iniciaram a construção do Mosteiro atual. Refloresceu assim a vida monástica em Portugal, numa região outrora povoada de numerosos Mosteiros.

Continuar a ler

I Domingo da Quaresma (A)

CONDUZIDOS PELO ESPÍRITO1 QUARESMA

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparação
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. Leitura
Leio pausadamente o Evangelho Mt 4, 1-11.
- Localizo o texto na vida de Jesus, vendo o antes e o depois. Procuro compreender os diálogos e os cenários “escolhidos”. O que significam?
- Alcanço a mensagem, hoje para mim. O que me diz, o que me faz sentir?
- Sublinho o importante; fixo o essencial. Esta Palavra é-me dirigida.

Continuar a ler

Mais artigos...