I Domingo do Advento (B)

QUEM AMA, AGUARDA1 ADVENTO B 1

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente o Evangelho Mc 13,33-37.
- Sublinho e anoto o mais significativo.
Jesus apela à vigilância. Usa a imagem do dono da casa que regressa em hora incerta. Até lá, os servos devem ocupar-se com as tarefas atribuídas. Com insistência, repete-se a interpelação: “vigiai!”

Continuar a ler

Lamego. Ordenação Diaconal de João Pereira

20201121ord diaconal joao pereira01No dia 21 do corrente mês foi a comunidade do Seminário Interdiocesano convidada para participar na Ordenação Diaconal do neo-diácono João Pereira, antigo seminarista deste Seminário. Este escolheu como lema “Deixo-vos o exemplo para que, assim como Eu fiz, o façais vós também”, do capítulo 13 do Evangelho segundo São João. A celebração principiou pelas 10h e decorreu na Sé Catedral de Lamego, presidida por sua Excelência Reverendíssima Dom António Couto.

Continuar a ler

Deus não se cansa. A misericórdia como forma eclesial

Stella Morra, Deus não se cansa, traduzido por Manuel Losa. Braga: Editorial A.O, 2016.

Com o livro “Deus não se cansa”, Stella Morra propõe-se pensar em conjunto, com quem estiver disposto a lê-la, a questão da forma, a atualização desta componente por parte da Igreja de Cristo, à luz do tempo presente, como esforço decisivo para quem quiser seguir a Cristo na sociedade atual.

A questão fundante do livro surge na página 14, dada por quem lhe escreveu o prefácio: «é possível, hoje, discernir desta «forma» desejada contornos mais precisos, ao mesmo tempo existenciais, dinâmicos, performativos e mesmo inteligentes?». 

Continuar a ler

Cristo Rei do Universo

O AMOR POR COROA34 CRISTO REI A

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente o Evangelho Mt 25, 31-46.
- Sublinho e anoto o mais significativo.
Nesta parábola, o Filho do homem é apresentado como juiz. Identificando-se com todos os necessitados, enumera as obras de misericórdia. A prática ou omissão destas “separa” os justos, “benditos do Pai” dos “malditos”.

Continuar a ler

Neste dia aconteceu

Dia de São Martinho de Tours.

1215 - O IV Concílio de Latrão define a doutrina Eucarística da Transubstanciação.

1417 - O Concílio de Constança elege o Papa Martinho V, pondo fim ao Grande Cisma do Ocidente.

1520 - É celebrada a primeira Eucaristia no Chile (500 anos).

1528 - São Bartolomeu dos Mártires entra para a Ordem Dominicana.

1861 - Morre o rei D. Pedro V de Portugal.

1975 - Independência de Angola.

2004 - Morre Yasser Arafat, político palestino.

XXXIII Domingo do Tempo Comum (A)

O CONTÁGIO DO BEM33 COMUM A

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente o Evangelho Mt 25, 14-30.
- Sublinho e anoto o mais significativo.
Um senhor, antes de partir de viagem, distribui avultadas quantias de dinheiro pelos servos para as administrar. No regresso, premeia os que duplicaram os rendimentos e repreende severamente o que, por medo, se limitou a esconder o que recebera.

Continuar a ler

Ressurreição. Uma História de vida

RESURRECCIONDaniel Marguerat, Ressurrección. Una historia de vida, traduzido por Juan Sánchez, & Julián Mellado (Madrid: Fliendner Ediciones, 2012).
 

A ressurreição é o tema central da fé cristã, sem a qual tudo perde sentido. Tudo começa com a ressurreição de Cristo: depois da Cruz, o fracasso não foi a última palavra. Mas, o que é que aconteceu realmente? E as perguntas continuam com a nossa morte: não desaparecemos, mas o que acontece exatamente?

Este tema é tão central, que o Novo Testamento necessitou de abordá-lo com uma grande diversidade de linguagens para dar-lhe expressão. De todas elas, três são as mais privilegiadas: Cristo, diz-se, despertou, foi elevado ou voltou à vida. E isto serve também para nós.

Continuar a ler

Mais artigos...