XXVI Domingo do Tempo Comum (A)

ATITUDES QUE FALAM26 COMUM A

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente o Evangelho Mt Mt 21, 28-32.
- Sublinho e anoto o mais significativo.
Jesus conta uma nova parábola, hoje dirigida aos líderes sociais e espirituais judeus. Nela, dois filhos entram em contradição entre o dizer e o fazer. Mas para Deus a prática supera a palavra. Daí, uma conversão real abre acesso prioritário ao Reino.

Continuar a ler

XXV Domingo do Tempo Comum (A)

JUSTIÇA INCLUSIVA25 COMUM A

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente o Evangelho Mt 20, 1-16.
- Sublinho e anoto o mais significativo.
Nestes próximos três domingos, Jesus conta parábolas sobre a vinha, símbolo bíblico do Reino de Deus. Nesta passagem, destacam-se dois aspetos: Deus chama todos a serem seus colaboradores; a cada um reserva a mesma recompensa, a salvação.

Continuar a ler

XXIV Domingo do Tempo Comum (A)

PER-DOAR ILIMITADO24 COMUM A

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente o Evangelho Mt 18, 21-35.
- Sublinho e anoto o mais significativo.
É a sequência do discurso de Jesus (ver domingo passado). Desenvolvendo o tema da reconciliação, o Mestre exige um perdão sem limites (“setenta vezes sete”). A parábola reforça a ideia, revelando: é de Deus que recebemos e aprendemos o perdão.

Continuar a ler

XXIII Domingo do Tempo Comum (A)

GANHAR O IRMÃO23 COMUM A

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente o Evangelho Mt 18, 15-20.
- Sublinho o importante; anoto o mais significativo.
Entramos no quarto grande discurso de Jesus, em Mateus. Este centra-se em orientações para a Igreja que se quer fiel a Cristo. Entre elas está a prática do perdão. Jesus desafia-nos à correção fraterna, esgotando todas as vias para resgatar um irmão.

Continuar a ler

XXII Domingo do Tempo Comum (A)

FÉ MADURA, FÉ CARREGADA22

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente o Evangelho Mt 16, 21-27.
- Sublinho o importante; anoto o mais significativo.
Jesus anuncia aos discípulos a sua futura paixão. Pedro protesta, desaconselhando tal desfecho. A ríspida resposta de Jesus devolve Pedro ao seu devido lugar: como discípulo, deve redefinir opções e aprender do Mestre a renúncia e tomar a cruz.

Continuar a ler

«Pedi ao senhor da seara que mande operários para a sua seara»

admissoes braganca miranda20082020 2No passado dia 20 de agosto, foram admitidos entre os candidatos às Ordens Sacras dois seminaristas, João Dias e Nelson Vale, da amada diocese de Bragança-Miranda, que se encontram em transição para o 4º ano de Teologia.A celebração aconteceu no Santuário da Senhora das Graças, em Bragança. A mesma foi presidida por D. José Cordeiro. Nela estiveram presentes os familiares dos admitidos, os seus colegas, tanto seminaristas menores como maiores, os seus formadores e os leigos, que ali se alimentam da Eucaristia todos os dias.

Continuar a ler

XXI Domingo do Tempo Comum (A)

AFIRMMAR COM VIDA21 COMUM A

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente o Evangelho Mt 16, 13-20.
- Sublinho o importante; anoto o mais significativo.
Jesus sonda os discípulos sobre a ideia que d’Ele têm, primeiro as multidões, depois eles mesmos. Simão ousa uma resposta inspirada, aprovada pelo Mestre. Deste, recebe um novo nome e as “chaves do Reino” como missão e responsabilidade.

Continuar a ler