Destaques

Eis-me aqui, envia-me!

Sempre achei esta frase muito ousada e provocadora. O próprio Isaías fala com o Senhor e prontifica-se a ser o seu mensageiro. Estamos habituados a sermos chamados, mas Isaías parece que toma a dianteira, não tem medo e diz ao Senhor: “Eis-me aqui, envia-me” (Is 6, 8). Este grito mostra-nos Isaías como que a suplicar que o Senhor o envie, que o Senhor o escolha. Prontifica-se para o Senhor, e o Senhor atende a sua voz e envia-o. Torna-o mensageiro da Palavra. Isaías é este exemplo de uma pessoa que quer servir, que quer estar disponível para ser enviado o quanto antes.

Continuar a ler

Santos (im)Populares

ManjericosChegou o mês dos Santos Populares. Mês de festa, sardinhada, martelos, amigos e imensas coisas próprias deste mês de junho. Mas este ano é diferente. Já não vão existir aquelas noites longas de festa e reencontros. De abraços e de alegria. Contudo, é certo que as histórias desses Santos não são nunca esquecidas.
Podíamos muito bem falar do nosso grande Santo António de Lisboa que pregou aos peixes. Ou até de São João Baptista que anunciou a vinda do Messias. E mesmo até falar de São Pedro, o primeiro Papa da Igreja. Certamente teríamos muito para falar destes Santos popularíssimos que estão sempre num altar das nossas Igrejas ou até nas nossas casas.

Continuar a ler

Um ponto de encontro que diminua as distâncias

rua santa margaridaCar@ visitante, bem-vind@ a este sítio do Seminário Interdiocesano de S. José, promovido pelas dioceses de Bragança-Miranda, Guarda, Lamego e Viseu, para a formação dos seus futuros presbíteros.

Citando o Papa Francisco, aquando da Mensagem para a 48ª Jornada para a Comunicação Social (1º de junho de 2014), no n.º 98 da Ratio Fundamentalis Institutionis Sacerdotalis – O Dom da Vocação Presbiteral (de 8 de dezembro de 2016) pode ler-se: «os mass-media podem ajudar a sentir-nos mais próximo uns dos outros; a fazer-nos perceber um renovado sentido de unidade da família humana, que impele à solidariedade e a um compromisso sério para uma vida mais digna. Uma boa comunicação ajuda-nos a estar mais perto e a conhecer-nos melhor entre nós, a ser mais unidos».

Continuar a ler