II Domingo Advento (A)

INTERPELADO(R)II ADVENTO A

LECTIO DIVINA - Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente Mt 3,1-12.
- Sublinho e anoto o mais significativo.

João Batista apela à conversão, a preparar os caminhos do Senhor. É hora do arrependimento, pois o Reino dos Céus está perto. Alguém está para chegar e deve ser acolhido.

2. O que me diz Deus
- Que pensamentos e sentimentos despertam em mim neste episódio?
Jesus não aparece nesta passagem evangélica, mas é o verdadeiro protagonista. João Batista e a suas palavras fortes e interpeladoras para Ele apontam. Todos se devem preparar para O acolher. É o sentido deste tempo do Advento.
João não prega na cidade, mas no deserto, onde nenhum poder o pode controlar. Onde, no silêncio e na solidão, Deus pode ser escutado. É no recolhimento da oração que a minha conversão começa. É desde aí que se abrem novos caminhos para o Senhor.

3. O que digo a Deus
- Partindo do que senti, dirijo-me a Deus, orando (de preferência com palavras minhas).
Senhor, meu interior encontra-se densamente “povoado” de tantos pensamentos e sentimentos, contraditórios e dispersos. Neles me perco, desgastado, inseguro e só.
Encho-me de coisas, sem perceber que fico vazio por dentro. Quero saber de tudo, estar informado, mas continuo sem saber por onde orientar minha existência. Extraviei-me do rumo a dar ao meu coração. Tenho de fazer deserto em mim, onde só Tu habites. Onde só a Ti te escute.
Percorro muitas estradas. Muitas delas não me levam a Ti. Pelo contrário, afastam-me. Advento é tempo de abrir novos caminhos que me conduzem ao encontro conTigo.
Para Te seguir, preciso mudar meu olhar, desejar e querer. Necessito conformar tudo com a conversão a que me convidas.

4. O que a Palavra faz em mim
- Contemplo Deus, saboreando e agradecendo.
Senhor, ecoe tua voz em mim, para nela me fiar e seguir. Nos teus caminhos, grato, Te louvo, contemplo e adoro.
Inspira-me o que esperas e mereces de mim. Apoiado em Ti, comprometo-me em algo oportuno e alcançável, crescendo na minha relação diária conTigo e com os outros.

PROVOCAÇÕES
- Tenho por hábito fazer silêncio e procuro escutar a voz de Deus?
- No meu quotidiano, preparo os “caminhos do Senhor”? Como poderei fazê-lo?
- Centro-me no essencial ou vivo à superfície das coisas e de mim mesmo?

UM PENSAMENTO
“Deus é um encontro que cada um deve fazer em si.” (Maurice Zundel)

UM DESAFIO
Pedir ao Espírito Santo a graça de me deixar interpelar pela Palavra de Deus.

UMA ORAÇÃO-POEMA

Uma voz clama
no deserto dos meus dias
e de mim reclama
dos caminhos que percorro
em buscas arredias
por falso socorro.

Suplica-me contrição
revestida de verdade,
em consciente rendição
a novo rumo enveredado
e desejo de proximidade
d’Aquele que se abeira
buscando-me apiedado.
Traz convite à conversão,
labareda nova e pioneira
da vida como oportunidade.

 UMA CANÇÃO

Rend Collective – Build Your Kingdom Here

 

Podcast:

  • Visualizações: 268