Sinodalidade no exercício dos ministérios. Formação da Configuração I

conf1 form compl ministerios 1No passado dia 14 de março, o Pe. Rui Sousa, da Arquidiocese de Braga, deslocou-se ao Seminário Interdiocesano de S. José com o objetivo de expor uma formação aos seminaristas da Configuração I acerca do tema dos Ministérios da Igreja, sobretudo o ministério de leitor e acólito. No decorrer desta exposição, foi aprofundado o tema da sinodalidade, deixando desde logo a interrogação: “Como estamos a viver a sinodalidade na preparação e no exercício de Ministérios?”.

O formador convidado referiu a importância dos ministérios numa Igreja que é corpo (1 Cor 12, 4-27), um só corpo na diversidade dos membros. Assim, como todos os membros do corpo são importantes, também são importantes os dons de que cada um dispõe. Neste ponto, realçou que só uma Igreja ministerial é digna de Fé na unidade e na diversidade, na centralidade de Cristo, na debilidade e fortaleza, no ministério e comunhão, acreditando na Igreja una, santa, católica e apostólica

Por fim, o reverendo apresentou de forma detalhada o ministério de leitor e acólito apresentando os diferentes deveres que cada instituído deve realizar. Estes ministérios têm duas finalidades: o culto a Deus e para prestar serviço ao Povo de Deus, concretizando-se como funções da Sagrada Liturgia e da caridade. A colação destes encargos são bênção implorada de Deus. A sessão terminou com a apresentação e explicação do rito da instituição destes dois ministérios.

conf1 form compl ministerios 2

  • Visualizações: 62