III Domingo do Advento (C)

NOVO RUMO3 ADVENTO C

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente Lc 3, 10-18.
- Sublinho e anoto o mais significativo.

São muitos os que abordam João Batista. Perguntam-lhe o que devem fazer. A sua resposta é: solidariedade e respeito pelos outros. Anuncia-lhes ainda a iminente chegada do Messias.

2. O que me diz Deus
- Sinto-me interpelado pelas palavras de João? Como?
É o domingo da Alegria, pois a celebração d’Aquele que vem está próxima. Mas o encontro, para ser autêntico, exige compromisso. João Batista interpela-me com a necessidade da conversão. Esta passa por gestos e atitudes concretos. O que devo então fazer? Abrir espaço interior para os outros. Sobretudo para um Outro, que vem continuamente com a sua graça, para me iluminar a existência. Deus pede-me santificação no que faço e no que sou. Haverá Natal se meu quotidiano for de espera comprometida.

3. O que digo a Deus
- Partindo do que senti, dirijo-me a Deus, orando (de preferência com palavras minhas).
Senhor, também eu preciso perguntar-Te: que devo fazer? Em muitas ocasiões, julgo saber. Depois, equivoco-me. Noutras, hesito, indeciso, receoso ou indisposto. Não avanço. Não cresço. Talvez a questão mais pertinente deva ser outra. Quem devo encontrar? A resposta é só uma: Tu. E para Te encontrar, preciso de sair de mim, do meu mundo e suas preocupações.
Faz-me experimentar a verdadeira alegria – aquela que busco, mas confundo. Ajuda-me a perceber que só a alcanço quando ouso a abertura a Ti e aos outros. Dá-me a graça de me redescobrir como ser em comunhão, atento às necessidades dos meus irmãos. Cresça eu com os outros, na partilha e respeito. Amadureça na tua presença, pela escuta e contemplação.

4. O que a Palavra faz em mim
- Contemplo Deus, saboreando e agradecendo.
Senhor, chamas-me à renovação interior pelo compromisso exterior. Assim seja meu Advento! Agradeço e louvo. Contemplo e adoro.
Inspira-me o que esperas e mereces de mim. Apoiado em Ti, comprometo-me em algo oportuno e alcançável, crescendo na minha relação diária conTigo e com os outros.

PROVOCAÇÕES
- Vejo a alegria como uma missão em favor dos outros?
- Entre o que sou e tenho, o que me disponho partilhar? Como? Com quem?
- Tenho Deus como fonte de alegria?

UM PENSAMENTO
“Quem quiser reformar o mundo comece por si mesmo.” (Santo Inácio de Loiola)

UM DESAFIO
Pedir ao Espírito Santo a graça da renovação interior e compromisso exterior.

UMA ORAÇÃO-POEMA

Dias há que deixam de ser
só por não saber que fazer
nem por onde ir.
Deixo-me estar
mesmo prevendo que ficar
é decair.
Mas, dentro, por explorar
algo pede para explodir.
Um desejo em porvir
grávido de esperar
pergunta que fazer.
Uma voz a eclodir
diz-me Quem encontrar.
Na eira do meu existir
nenhuma água poderá deter
esse fogo que vem atear
um novo rumo a percorrer.

UMA CANÇÃO
Isadora Pompeo – Preciso entender

Podcast:

  • Visualizações: 320