Síntese vocacional

Acompanhador

Acompanhador

P. António Jorge

Eduardo Abrantes (Viseu)

Eduardo Abrantes (Viseu)

Francisco Saraiva (Viseu)

Francisco Saraiva (Viseu)

Ricardo Martins (Bragança-Miranda)

Ricardo Martins (Bragança-Miranda)

Fábio Pontífice (Guarda)

Fábio Pontífice (Guarda)

sintese vocacionalA etapa pastoral (ou de síntese vocacional) corresponde ao período que medeia entre a estadia no Seminário e a sucessiva ordenação presbiteral, passando obviamente através da concessão do diaconato. São duas as finalidades desta etapa: por um lado, trata-se da inserção na vida pastoral, com uma gradual assunção de responsabilidades, em espírito de serviço; por outro, de um esforço no sentido de uma adequada preparação, recebendo um específico acompanhamento com vista ao presbiterado. Nesta etapa, o candidato é convidado a declarar de modo livre, consciente e definitivo a própria vontade de ser presbítero, uma vez que tenha recebido a ordenação diaconal. (RF, 74)

A este respeito, nas Igrejas particulares existe uma grande variedade de experiências, e compete às Conferências Episcopais determinar os percursos formativos que têm por finalidade a ordenação diaconal ou presbiteral. Geralmente, esta etapa realiza-se fora das instalações do Seminário, pelo menos por uma considerável parte de tempo. Este período, que por norma é vivido no serviço a uma comunidade, pode incidir significativamente sobre a personalidade do candidato. Recomenda-se, portanto, que o pároco, ou outro responsável pela realidade pastoral que acolhe o seminarista, sejam conscientes da tarefa formativa na qual são investidos, e acompanhem-no na sua gradual inserção. (RF, 75)